fbpx

A Tetra Pak aliou-se à Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) para a criação d’ O Giro das Embalagens, projeto que pretende incentivar a reciclagem.

A iniciativa visa que consumidores, criadores, marcas e indústrias reconheçam o ecoponto amarelo como o ponto de partida de um processo de transformação do desperdício em novas matérias-primas.

O Giro das Embalagens

Foi criado um workshop, destinado aos estudantes do 3º ano do curso de Design Industrial, da ESAD.CR, intitulado Exploração da Materialidade das embalagens da Tetra Pak. Os alunos vão receber conhecimento sobre processos criativos de reciclagem e reutilização das Embalagens de Cartão para Alimentos Líquidos (ECAL), e desafiados a refletir sobre o seu “valor” - desde a fase em que é depositada nos ecopontos, à recolha, à reciclagem, às novas matérias, ao design e produção de produtos, até chegar novamente ao consumidor.

O Giro das Embalagens contará ainda com trabalhos práticos dos alunos, que irão testar processos low technology e do it yourself na transformação das embalagens em novos produtos e assim contribuir para um futuro sustentável.

Para Ingrid Falcão, responsável pela área de sustentabilidade da Tetra Pak Iberia, “esta parceria procura ser mais um caminho para que a comunidade entenda a sua responsabilidade individual na economia circular. Consideramos que o envolvimento dos jovens é uma mais-valia, já que também eles têm uma palavra a dizer sobre o futuro que enquanto sociedade desejamos construir”.

O projeto termina no final de dezembro de 2021 e os trabalhos finais serão apresentados no início do próximo ano.

Giro giro é fazer o certo e colocar as embalagens da Tetra Pak no Ecoponto amarelo. Também é giro ver o giro que as embalagens dão ao renascerem num outro lugar! Que Giro, as embalagens dão origem a outros produtos é uma das ideias-chave da iniciativa.