fbpx

A Coca-Cola está em parceria com a startup dinamarquesa Paboco para desenvolver uma garrafa 100% de papel. O protótipo de primeira geração consiste numa casca de papel com uma tampa de plástico 100% reciclada e um forro no interior. 

"A nossa visão é criar uma garrafa de papel que possa ser reciclada como qualquer outro tipo de papel, e este protótipo é o primeiro passo para o conseguir", diz Stijn Franssen, gestor de inovação de embalagens de I&D, Coca-Cola EMEA. "Uma garrafa de papel abre um novo mundo de possibilidades de embalagem, e estamos convencidos de que a embalagem de papel tem um papel a desempenhar no futuro." O próximo passo, diz Franssen, é criar uma garrafa de papel sem o forro de plástico.

Paboco Paper Bottle

A equipa da Franssen está a realizar testes laboratoriais extensivos no centro de I&D da Coca-Cola Company, sediado em Bruxelas, para avaliar o desempenho da garrafa de papel para aguentar e proteger o seu conteúdo enquanto é refrigerado, assim como noutros cenários.

"Também refletimos sobre como os nossos consumidores vão reagir a esta garrafa de papel", acrescenta Franssen. "Temas como quando e onde pode ser vendido e como pode ser reciclado são todos considerados. Tudo isto faz parte do nosso caminho para encontrar as soluções de embalagem mais sustentáveis para as pessoas desfrutarem das nossas bebidas de uma forma que seja a certa para eles, e isso é o certo para o nosso planeta."

As garrafas de papel – que a Paboco acredita terem potencial para serem utilizadas com espumantes e outras bebidas, assim como em sectores de bens de consumo, como os cosméticos – devem respeitar os mesmos padrões rigorosos de segurança e qualidade que outras embalagens de alimentos e bebidas.