fbpx

A Green Logistics da Aquila Capital está a construir um armazém logístico de 115 000 m2 na Azambuja, distrito de Lisboa, um dos epicentros logísticos de Portugal, devido às suas ligações rodoviárias e marítimas. 

O Azambuja Green Logistics Park é o primeiro investimento logístico em Portugal, e a conclusão da construção está prevista para o final de 2022.

Armazem Green Logistics

A Green Logistics tem um historial de oito anos no sector, tendo já investido mais de 729 milhões de euros em vários projetos europeus. Atualmente, a Green Logistics desenvolve e gere ativos em Portugal, Espanha, Alemanha e Itália.

Rolf Zarnekow, responsável pela gestão de investimento em imobiliário na Aquila Capital, afirma que, "com este projeto de logística verde, estamos a seguir a nossa estratégia de investimento para o mercado português. Temos o privilégio de oferecer uma oportunidade de beneficiar das atrativas oportunidades de crescimento no sector da logística em Portugal, ao mesmo tempo que temos um impacto ambiental positivo. Estamos empenhados em continuar a crescer no sector da logística em Portugal".

"Portugal, especialmente o distrito de Lisboa devido às suas excelentes infraestruturas, é um mercado muito atrativo para o desenvolvimento de novas e modernas plataformas logísticas XXL e, consequentemente, para investidores que procuram estes ativos dentro da União Europeia", sublinha Ramon Lázaro, Diretor Comercial da GSE Espanha e Portugal.

A Azambuja é um lugar privilegiado para os utilizadores da logística da Big Box e um hub logístico, contando com a presença dos principais intervenientes no setor da distribuição. A sua localização estratégica, a 35 km de Lisboa, com interligação por estrada, mar e ar através do seu aeroporto internacional, é também digna de menção.

O Azambuja Green Logistics Park, tal como todos os projetos logísticos da Aquila Capital, está a ser desenvolvido seguindo normas rigorosas de eficiência energética e sustentabilidade, na cadeia de abastecimento e construção, para reduzir as emissões de CO2. O projeto irá incorporar uma bacia de retenção de água, devido à baixa capacidade da rede de drenagem natural.

A empresa anunciou que espera obter a certificação BREEAM VERY GOOD, e ter painéis fotovoltaicos instalados em todo o telhado, de forma a ter uma operação sustentável. Durante o processo de construção, serão seguidos os protocolos necessários para minimizar todas as emissões de C02. Os trabalhos de construção estão a ser realizados pela GSE, empresa que também colabora noutros projetos da Green Logistics da Aquila Capital em Itália.

Por outro lado, para melhorar a circulação da área circundante, serão construídos uma nova estrada de acesso público e um parque de estacionamento para automóveis e camiões, que será cedido à Câmara Municipal.

A Aquila Capital é uma empresa de investimento e desenvolvimento industrial especializada na geração e gestão de ativos em nome dos seus clientes. Atualmente, a Aquila Capital gere cerca de 13 mil milhões de euros para investidores institucionais em todo o mundo.

A GSE, empresa presente em Espanha há mais de 22 anos, abriu recentemente uma nova divisão em Portugal e especializou-se em oferecer soluções integradas em armazéns industriais e logísticos, graças à sua metodologia, que começa desde a fase inicial de conceção e desenho até à conclusão e entrega completa do edifício. Os seus clientes são promotores ou investidores, como é o caso da Aquila Capital, ou utilizadores finais de armazéns logísticos e empresas industriais que necessitam de se estabelecer em novos locais.